o que é a macrobiótica?

o que é a macrobiótica?

macrobiótica – nome

um sistema de principios e práticas holísticas que orientam as escolhas de nutrição, actividade e estilo de vida para a Saúde física, emocional, mental, social e ambiental.

macrobiótica – adjectivo

origem: do grego antigo: macro (grande ou longo), bios (vida ou forma de viver) ética

princípios e valores

Os seguintes princípios e valores baseiam-se nos escritos do início do séc XX  do filósofo George Ohsawa. A sua e a nossa intenção é criar Saúde a nível individual e global, felicidade, paz, ecologia, consciência social e um estilo de vida produtivo.

estilo de vida

gratidão – desenvolver amor pela vida, aproveitar ao máximo cada momento e ser grato por tudo o que acontece, seja positivo ou negativo. Tudo é uma oportunidade de crescimento.

um grão, mil grãos – na natureza, uma semente transforma-se numa planta que produz muitas sementes, devolvendo e aumentando. Esta é uma metáfora para agir continuamente com generosidade para com os outros em todos os aspectos da vida, devolvendo assim mais do que você recebe.

valores – aprender a aceitar as pessoas como elas são e apreciar a jornada de vida de cada pessoa. Ter relacionamentos honestos e positivos que preencham a ética e os valores da vida.

tudo muda – ao abraçar a mudança, o ser humano desenvolve-se. Viver segundo a macrobiótica é uma forma de criar mudanças benéficas na vida, evoluindo através de cada experiência à medida que o mundo muda.

saúde

7 condições para viver com saúde – 1. Vitalidade; 2. Apetite por alimentos naturais e pela vida; 3. Sono regenerador; 4. Boa memória; 5. Aparência agradável e alegre; 6. Pensamento e acções claros; 7. Honestidade a apreciação.

auto-reflexão – desenvolver a capacidade de olhar a Vida a partir da perspectiva maior dum lugar mais objectivo e sem julgamento. Viver com autoconsciência pode orientar cada um no caminho da saúde.

intuição – uma parte integrante do processo de criar saúde baseia-se num conhecimento interior que vem de uma conexão directa com a Natureza e espiritual.

autonomia individual – a capacidade de influenciar a sua própria vida e saúde é um dos primeiros passos para se fortalecer, ao adoptar uma abordagem criativa e construtiva da vida.

ecologia e alimentação

o corpo e a Natureza são Um – o que fazemos ao meio ambiente afecta-nos. Os alimentos e o acto de respirar são a forma como nos conectamos directamente com a Natureza. Através de refeições  em horários regulares, de sono regenerador e exercício diário, realinhamo-nos com os ciclos sazonais da Natureza todos os dias.

alimentação – horários de refeição consistentes e comer acompanhado promovem a saúde. Uma dieta macrobiótica baseia-se na combinação de alimentos tradicionais saudáveis, incluindo vegetais frescos, grãos integrais ou seus sub-produtos, leguminosas, fruta, oleaginosas, sementes, alimentos fermentados, ervas aromáticas, temperos, algas e chás. Cada pessoa é única e pode descobrir o melhor alimento para a sua condição através da macrobiótica. Muitos desenvolvem o veganismo e outros optam por incluir algum alimento de origem animal. A macrobiótica é uma abordagem aberta, flexível e adaptável.

princípios na escolha dos alimentos – preferir alimentos locais ou provenientes de uma região climática semelhante. Favorecer alimentos perecíveis de preferência biológicos ou com o mínimo de aditivos químicos possível.

preparação – usar métodos culinários e de preservação o mais natural possível de forma a realçar o sabor natural do alimento e retenção das respectivas propriedades nutricionais. Cozinhar é uma habilidade que pode trazer maior satisfação sensorial e emocional a uma refeição.

adaptabilidade

ordem do Universo – descreve a maneira tudo acontece numa progressão lógica através de sete estágios. Este processo forma a base filosófica da macrobiótica.

polaridade universal do yin-yang – ilustra a unidade e diversidade de todos os fenómenos, conexões e direcção relativa de todas as coisas. Yin ou yang não podem existir ou ser definidos sem o outro. Eles são termos relativos em que as coisas são mais yin ou mais yang em relação a outra coisa. Opostos, como dia e noite, completam e mudam um para o outro.

5 transformações – fases de mudança baseadas em épocas do dia e estações do ano. Estágios no movimento do yin e yang, o seu estudo ajuda a criar maior discernimento e consciência no consumo diário de alimentos, na saúde, nas decisões e escolhas de estilo de vida.

pensamento

viver com curiosidade – aprender a pensar por si. Viver à luz da macrobiótica inclui fazer perguntas e desenvolver a curiosidade de forma a explorar a vida mais profundamente. Viver com uma mente de principiante, aberta a novas ideias. Não há como experimentar por si mesmo. Estudar culturas tradicionais que tenham alcançado saúde, longevidade e harmonia com o meio ambiente.

sete estágios da consciência – estágios inatos humanos, são o amor físico, sensorial, emocional, intelectual, social, filosófico e universal. Guias úteis para a auto-reflexão à medida que crescemos e nos desenvolvemos.

authors: Simon Brown, Carl Ferre, Anna Mackenzie, Isabel Moreno, Denny Waxman